ÓLEO DE NEROLI (FLOR DE LARANJEIRA) NORMALIZA SINTOMAS DO CLIMATÉRIO, AUMENTA DESEJO SEXUAL (LIBIDO), EQUILIBRA CORTISOL E NÍVEIS DE ESTROGÊNIO EM MULHERES NA MENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA

Um estudo publicado no ano passado demonstrou resultados positivos do uso do óleo de neroli (flor de laranjeira) no alívio dos sintomas da menopausa, estresse e normalização dos níveis de estrogênio e cortisol em mulheres na pós-menopausa.

63 mulheres com menos de 65 anos participaram da pesquisa inalando 0,1 ou 0,5% de óleo de neroli ou óleo de amêndoas apenas (no grupo controle) por 5 minutos duas vezes ao dia por 5 dias.

Comparado ao grupo controle e baseado em observações e medições feitas antes e depois dos 5 dias de inalação, os dois grupos que inalaram o óleo de neroli tiveram melhoras nos sintomas climatéricos da transição do fim da menopausa, aumento do desejo sexual ao parceiro, sua pressão sanguínea diastólica reduziu-se e houve melhora dos níveis e pulsos de liberação de cortisol e concentração de estrogênio.

A queda do estrogênio na menopausa e pós-menopausa possui correlação com as sensações de ondas de calor. Sua queda também impacta no aumento de risco do surgimento de osteoporose, dificuldades cognitivas e na memória, além de alterações na hidratação da pele, desejo sexual e pré-disposição a quadros depressivos.

O aumento do estrogênio com o óleo de neroli foi notado de forma significante apenas no grupo que inalou ele diluído a 0,5%, demonstrando que a quantidade e concentração do óleo impacta decisivamente no aumento do estrogênio. Baseado nisso, sugere-se que o uso do óleo puro e não diluído em difusores pessoais ou ambientais, ou diluído em concentrações mais elevadas (por exemplo 2-3%) em óleo de massagem para uso no pulso, pescoço, barriga ou antebraço, demonstre resultados mais efetivos e persistentes com o uso progressivo. O óleo base poderia ser a groselha negra, rico em AGL (ácido gama-linolênico) que atua de forma positiva regulando os níveis de estrogênio e sintomas da menopausa também, sendo uma associação sinérgica muito boa.

O estudo concluiu demonstrando que a inalação do óleo de neroli alivia os sintomas da menopausa, aumenta o desejo sexual (funcionando como afrodisíaco), e reduz a pressão alta em mulheres na pós-menopausa. O óleo de neroli possui o potencial de ser uma eficiente intervenção para reduzir o estresse e equilibrar o sistema endócrino. E em outros estudos mostrou possuir importantes efeitos sedativos, calmantes e capazes de melhorar sintomas de insônia e ansiedade, melhorando os níveis de seratonina o que o permite contribuir também na melhoria de quadros de depressão.

A Laszlo possui à venda o óleo de neroli em opções de puro, diluído a 10% (que poderia ser usado puro no pulso, pescoço, barriga ou antebraço – 3-5 gotas por vez) e o neroli blend que é uma mistura somente de óleos essenciais puros e naturais de flor de laranjeira, casca de laranja e folha de laranja (petitgrain), sendo uma alternativa mais em conta e muito aromática e funcional em concentração de princípios ativos.

O neroli pode ser empregado também como perfume diário, seja puro ou blend (1 gota), diluído a 10% (3-5 gotas) ou ainda na composição de perfumes (puro ou blend) na diluição de 10ml por litro de álcool + fixador (10-30ml). Desta forma também pode manifestar estes efeitos em usuárias, ficando a dica.

Receita de óleo de massagem para menopausa, tpm e outros distúrbios femininos:

Neroli blend (ou puro) 0,5%
Sálvia esclareia 1% (a mais potente é a com 3-4% de esclareol vendida como salvia esclareia 3/4 GT EUA)
Gerânio africano ou Bourbon 1%
Camomila romana 0,5%
Cenoura sementes 0,5% (opcional devido ao aroma – nem todos gostam)
Óleo carreador de groselha negra 30%
Óleo carreador de linhaça ou rosa mosqueta 20%
Óleo carreador de palmiste 47% (ou 46,5% se adicionar a cenoura sementes)

Pode com esta fórmula ser feita massagem em todo o corpo.
Se optar por uso local, a groselha negra pode ser a base carreadora integral na quantidade de 97% + 3% dos OE.
Todos estes OE possuem estudos validando sua ação hormonal no equilíbrio endócrino feminino.

Autor:
Fabian Laszlo

Referências:
Choi SY1, Kang P, Lee HS, Seol GH. Effects of Inhalation of Essential Oil of Citrus aurantium L. var. amara on Menopausal Symptoms, Stress, and Estrogen in Postmenopausal Women: A Randomized Controlled Trial. Evid Based Complement Alternat Med. 2014;2014:796518.
Leia o artigo na íntegra em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4082953/

Este óleo essencial está disponível à venda em

so_pria

Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

Anúncios

ÓLEO DE NEROLI (FLOR DE LARANJEIRA) NORMALIZA SINTOMAS DO CLIMATÉRIO, AUMENTA DESEJO SEXUAL (LIBIDO), EQUILIBRA CORTISOL E NÍVEIS DE ESTROGÊNIO EM MULHERES NA MENOPAUSA E PÓS-MENOPAUSA

neroli

Um estudo publicado no ano passado demonstrou resultados positivos do uso do óleo de neroli (flor de laranjeira) no alívio dos sintomas da menopausa, estresse e normalização dos níveis de estrogênio e cortisol em mulheres na pós-menopausa.

63 mulheres com menos de 65 anos participaram da pesquisa inalando 0,1 ou 0,5% de óleo de neroli ou óleo de amêndoas apenas (no grupo controle) por 5 minutos duas vezes ao dia por 5 dias.

Comparado ao grupo controle e baseado em observações e medições feitas antes e depois dos 5 dias de inalação, os dois grupos que inalaram o óleo de neroli tiveram melhoras nos sintomas climatéricos da transição do fim da menopausa, aumento do desejo sexual ao parceiro, sua pressão sanguínea diastólica reduziu-se e houve melhora dos níveis e pulsos de liberação de cortisol e concentração de estrogênio.

A queda do estrogênio na menopausa e pós-menopausa possui correlação com as sensações de ondas de calor. Sua queda também impacta no aumento de risco do surgimento de osteoporose, dificuldades cognitivas e na memória, além de alterações na hidratação da pele, desejo sexual e pré-disposição a quadros depressivos.

O aumento do estrogênio com o óleo de neroli foi notado de forma significante apenas no grupo que inalou ele diluído a 0,5%, demonstrando que a quantidade e concentração do óleo impacta decisivamente no aumento do estrogênio. Baseado nisso, sugere-se que o uso do óleo puro e não diluído em difusores pessoais ou ambientais, ou diluído em concentrações mais elevadas (por exemplo 2-3%) em óleo de massagem para uso no pulso, pescoço, barriga ou antebraço, demonstre resultados mais efetivos e persistentes com o uso progressivo. O óleo base poderia ser a groselha negra, rico em AGL (ácido gama-linolênico) que atua de forma positiva regulando os níveis de estrogênio e sintomas da menopausa também, sendo uma associação sinérgica muito boa.

O estudo concluiu demonstrando que a inalação do óleo de neroli alivia os sintomas da menopausa, aumenta o desejo sexual (funcionando como afrodisíaco), e reduz a pressão alta em mulheres na pós-menopausa. O óleo de neroli possui o potencial de ser uma eficiente intervenção para reduzir o estresse e equilibrar o sistema endócrino. E em outros estudos mostrou possuir importantes efeitos sedativos, calmantes e capazes de melhorar sintomas de insônia e ansiedade, melhorando os níveis de seratonina o que o permite contribuir também na melhoria de quadros de depressão.

A Laszlo possui à venda o óleo de neroli em opções de puro, diluído a 10% (que poderia ser usado puro no pulso, pescoço, barriga ou antebraço – 3-5 gotas por vez) e o neroli blend que é uma mistura somente de óleos essenciais puros e naturais de flor de laranjeira, casca de laranja e folha de laranja (petitgrain), sendo uma alternativa mais em conta e muito aromática e funcional em concentração de princípios ativos.

O neroli pode ser empregado também como perfume diário, seja puro ou blend (1 gota), diluído a 10% (3-5 gotas) ou ainda na composição de perfumes (puro ou blend) na diluição de 10ml por litro de álcool + fixador (10-30ml). Desta forma também pode manifestar estes efeitos em usuárias, ficando a dica.

Receita de óleo de massagem para menopausa, tpm e outros distúrbios femininos:

Neroli blend (ou puro) 0,5%
Sálvia esclareia 1% (a mais potente é a com 3-4% de esclareol vendida como salvia esclareia 3/4 GT EUA)
Gerânio africano ou Bourbon 1%
Camomila romana 0,5%
Cenoura sementes 0,5% (opcional devido ao aroma – nem todos gostam)
Óleo carreador de groselha negra 30%
Óleo carreador de linhaça ou rosa mosqueta 20%
Óleo carreador de palmiste 47% (ou 46,5% se adicionar a cenoura sementes)

Pode com esta fórmula ser feita massagem em todo o corpo.
Se optar por uso local, a groselha negra pode ser a base carreadora integral na quantidade de 97% + 3% dos OE.
Todos estes OE possuem estudos validando sua ação hormonal no equilíbrio endócrino feminino.

Autor:
Fabian Laszlo

Referências:
Choi SY1, Kang P, Lee HS, Seol GH. Effects of Inhalation of Essential Oil of Citrus aurantium L. var. amara on Menopausal Symptoms, Stress, and Estrogen in Postmenopausal Women: A Randomized Controlled Trial. Evid Based Complement Alternat Med. 2014;2014:796518.
Leia o artigo na íntegra em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4082953/

Este óleo essencial está disponível à venda em

so_pria

Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

 

CURSOS AROMATOLOGIA IBRA Novas turmas e cursos agendados ao longo do ano de 2015!

11048695_812826822121598_5898282657990433045_n

 

Em São Paulo, os cursos do IBRA são realizados no espaço Pria. Faça sua inscrição conosco!

Plantas Aromáticas e Frutos da Amazônia
15 a 17 Maio: Belo Horizonte – MG 
Com o Dr. José Guilherme Maia, atualmente o maior especialista em plantas da Amazônia!

Introdução à Aromatologia
10, 11 e 12 Abril: Brasilia – DF
11 e 12 Abril: Lavras – MG
16 e 17 Maio: Rio de Janeiro – RJ
23 e 24 Maio: Belo Horizonte – MG
13 e 14 Junho: Curso Online – Brasil
19, 20 e 21 Junho: Santos – SP
26, 27 e 28 Junho: Sao Paulo – SP
25 e 26 Julho 2015: Rio de Janeiro – RJ
23, 24, 25, 26, 27 e 30: Curso Online – Brasil
28 e 29 Novembro 2015: Rio de Janeiro – RJ

Aromatologia na Saúde – Módulo 1
10 a 12 Abril: Curitiba – PR
22 a 24 Maio: São Paulo – SP
20 e 21 Junho: Belo Horizonte – MG
18 e 19 Julho 2015: Curso Online – Brasil
01, 02, 03, 04, 05, 07 Dezembro: Curso Online – PR

Aromatologia na Saúde – Módulo 2 – ATENÇÃO: TURMAS ÚNICAS DO ANO DE 2015, NÃO PERCA A OPORTUNIDADE!
18, 21, 25, 28 Abril: ONLINE – MG
04 e 05 Julho: Belo Horizonte – MG

Psicoaromaterapia – Sistema dos Treze aromas
11 e 12 Abril: Nova Iguaçu – RJ
25 e 26 Abril: São Paulo – SP
02 e 03 Maio 2015: Copacabana – Rio de Janeiro – RJ
04 e 05 Julho 2015: Curitiba – PR
11 e 12 Julho 2015: Belo Horizonte – MG
21 e 22 Novembro: Belo Horizonte – MG

Saboaria Artesanal Cold Process
11 e 12 Abril: São Paulo – SP

Geoterapia associada aos óleos essenciais
23 e 24 Maio: Brasília – DF
06 e 07 Junho: São Paulo – SP
20 e 21 Junho 2015: Belo Horizonte – MG
29 e 30 Agosto 2015: Curitiba – PR
03 e 04 Outubro: Belo Horizonte – MG

Perfumaria Botânica Artesanal
9 e 10 Maio: Belo Horizonte – MG

Psicoaromaterapia Dinâmicas mentais e emocionais – Módulo 1
12, 13 e 14 Junho: Belo Horizonte – MG
14,15,16 Agosto 2015: Brasilia – DF

Psicoaromaterapia Dinâmicas mentais e emocionais – Módulo 2
25,26,27 Setembro: Brasília – DF
6,7,8 Novembro: Belo Horizonte – MG

Psicoaromaterapia Dinâmicas mentais e emocionais – Módulo 3
23,24,25 Outubro: Brasília – DF

Psicoaromaterapia & Anatomia das emoções I e II
30 e 31 de maio e 13 e 14 de junho: São Paulo
6 e 7 de junho e 4 e 5 de julho: Brasília
22 e 23 de agosto e 20 e 21 de setembro: Rio de Janeiro
12 e 13 de setembro e 3 e 4 de outubro: Belo Horizonte
29 e 30 de agosto e 26 e 27 de setembro: Salvador

Psicoaromaterapia & Anatomia das emoções III
1, 2 e 3 de maio: Salvador
14, 15 e 16 de agosto: São Paulo
10, 11 e 12 de outubro: Curitiba

Fotoncromaromaterapia – Luz, cores e aromas. TURMA ÚNICA DO ANO!
08 e 09 Agosto 2015: Belo Horizonte – MG

Óleos essenciais da Oceania (Austrália e ilhas do
A definir Junho 2015: ONLINE – VIDEO/AULA – MG

********************* Outras turmas poderão ser marcadas ao longo do ano, fique atento! *********************

COMO SE INSCREVER:

Acesse o site www.ibraromatologia.com.br e inscreva-se no curso. Entraremos em contato para fornecer maiores informações dele.

Ou use o telefone: (31) 36544370 / +55 (31) 30887856
Ou o email: contato@ibraromatologia.com.br

INSTITUTO BRASILEIRO DE AROMATOLOGIA
www.ibraromatologia.com.br

CIENTISTAS DESCOBREM QUE A CURCUMINA DO TURMÉRICO (AÇAFRÃO:CÚRCUMA) PODE APAGAR MEMÓRIAS RUINS DE TRAUMAS E ESTRESSE-PÓS TRAUMÁTICO

CIENTISTAS DESCOBREM QUE A CURCUMINA DO TURMÉRICO (AÇAFRÃO/CÚRCUMA) PODE APAGAR MEMÓRIAS RUINS DE TRAUMAS E ESTRESSE-PÓS TRAUMÁTICO
A curcumina, um composto encontrado no açafrão (também conhecido como turmérico), que pode ter efeitos protetores contra as doenças neurodegenerativas, poderá um dia ajudar as pessoas com transtorno de estresse pós-traumático a esquecerem as lembranças ruins.

O estudo feito por pesquisadores da Hunter College e do Centro de Pós-Graduação da Universidade de Nova York alimentou ratos com ração normal e outra enriquecida com curcumina. Submetidos a testes que envolviam medos, como sons angustiantes e pancadas no chão, os cientistas passaram a analisar o cérebro dos animais para ver se existiu modificação a partir da ingestão do elemento.

Eles descobriram que os ratos que comiam alimentos com a curcumina demoravam mais tempo para resgatar a memória do medo, sugerindo que o composto teve um papel positivo em atenuar as más lembranças.

— A curcumina, efetivamente, impediu a reconsolidação da memória do medo, e o efeito foi de longa duração — afirmou Glenn Schafe, coautora do estudo e professora do departamento de psicologia da Hunter College.

Não se pode concluir que os efeitos ocorridos em ratos também façam efeito em humanos mas a pesquisa permite novos levantamentos para que isto possa ser comprovado ou não.

Links:
http://www.noticiasnaturais.com/2015/02/estudo-cientistas-descobrem-substancia-que-pode-apagar-memorias-ruins/
http://www.gsc-exp.com.br/showpost.php?id=315
Do artigo científico: A Diet Enriched with Curcumin Impairs Newly Acquired and Reactivated Fear Memories http://www.nature.com/npp/journal/vaop/ncurrent/abs/npp2014315a.html

A Pria possui disponível à venda óleo essencial absoluto de turmérico (curcuma longa).

so_pria
Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

 

CONSULTA PÚBLICA SOBRE MONOGRAFIAS DE PLANTAS MEDICINAIS DE INTERESSE AO SUS

Informamos que, por meio da Consulta Pública nº 1, de 22 de janeiro de 2015 (DOU em 23/01/2015), foi prorrogada por 60 dias a Consulta Pública nº 28/2014, aberta pela SCTIE/MS sobre monografias de plantas medicinais de interesse ao SUS, e solicitamos divulgação.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde submete à consulta pública monografias sobre plantas medicinais de interesse ao SUS. Pretende-se qualificar e consolidar o documento com o recebimento de contribuições do público interessado.

As monografias elaboradas possuem informações voltadas ao uso medicinal das espécies, considerando todos os níveis de evidências científicas disponíveis na literatura atual. Após elaboração, as monografias passaram por um processo interno de avaliação por técnicos do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (DAF/SCTIE/MS) para que então fosse submetida à Consulta Pública.

Para a consulta pública, as contribuições deverão ser fundamentadas, inclusive com material científico que dê suporte às proposições. Deve ocorrer, quando possível, o envio da documentação de referência científica e, quando não for possível, o envio do endereço eletrônico da citada referência científica para verificação na internet.

Fique atento! As contribuições devem ser feitas até 24/03/2015 e exclusivamente pelo Formulário http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=16273

Monografias em consulta pública:

– Alpinia
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Alpinia.pdf

– Calendula officinalis
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Calendula.pdf

– Lippia sidoides
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Lippia-sidoides.pdf

– Plantago major
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Plantago-major.pdf

– Plantago ovata
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Plantago-ovata.pdf

– Polygonum
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Polygonum.pdf

– Schinus terebinthifolius
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Schinus-terebinthifolius.pdf

– Stryphnodendron adstringens
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Stryphnodendron.pdf

– Vernonia condensata
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/25/Vers–o-cp-Vernonia-condensata.pdf

Mais informações acesse: www.saude.gov.br/fitoterapicos e visite a área “Consulta Pública”

Equipe de Fitoterapia
Equipe Gestora – Política e Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos
CGAFB/DAF/SCTIE/MS
(61) 3315-7881 / (61) 3315-8967
www.saude.gov.br/fitoterapicos
Endereço para correspondência: Esplanada dos Ministérios,
bloco G, Edifício Sede, 8º andar, sala de protocolo
Brasília/DF – CEP: 70.058-900

so_pria
Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

ÓLEO DE GERÂNIO REJUVENESCE A PELE AO ATUAR SOBRE O SISTEMA IMUNOLÓGICO LOCAL

Estudo demonstrou capacidade dos óleos essenciais de gerânio, hortelã verde e capim limão em inibir a migração de neutrófilos. Os neutrófilos são pequenos glóbulos brancos responsáveis pela linha principal de defesa do nosso corpo, Os neutrófilos liberam enzimas localmente com a intenção de destruir microorganismos ou toxinas, o que acarreta a formação de lesões locais, e possui associação direta também com o envelhecimento da pele, pois destas enzimas, a colagenase e a elastase especialmente, destroem o colágeno e a elastina da pele dando origem a rugas, manchas e um mau visual da mesma.

O tea tree no estudo não foi eficiente em inibir a migração dos neutrófilos e o óleo de gerânio foi o mais eficaz.

Estas observações apontam e confirmam o potencial de uso do óleo de gerânio em cosméticos com intenção de rejuvenescer a pele e prevenir a formação de rugas. Igualmente, demonstra potencial de uso destes óleos em situações inflamatórias onde a migração imunológica local é motivo de preocupação e agravamento de lesões, como exemplo, a degradação articular com o surgimento da artrose, incitada inicialmente por algum tipo de bactéria localmente.

Abe S1, et al. Suppression of neutrophil recruitment in mice by geranium essential oil. Mediators Inflamm. 2004 Feb;13(1):21-4.
LINK: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1781532/pdf/15203560.pdf

Este óleo você encontra na

so_pria
Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br

ÓLEO ESSENCIAL DE GERÂNIO EM FERIDAS DIABÉTICAS DE DIFÍCIL CURA

10390187_765959216808359_8760575926920478520_n

Um estudo publicado no jornal científico Burns, demonstrou grande potencial do óleo essencial de gerânio no tratamento de feridas de difícil cura, especialmente de diabéticos. Em bactérias gram-negativas de difícil resposta com antibióticos, o óleo de gerânio foi altamente eficaz, combatendo estes microorganismos ao mesmo tempo que possui excelente potencial de cicatrização.

O estudo conclui colocando o gerânio como um óleo essencial de eficácia de uso em casos de feridas infeccionadas de difícil cura, principalmente aquelas que envolvem reincidência do problema (ex. feridas diabéticas, escaras, queimaduras, machucados, lesões e outras).

Forma de uso (externa):
Diluir o óleo de gerânio em gel ou creme entre 2-3% (45-65 gotas) em 100g de base. Utilizar de 2-3X ao dia.
Não utilize o óleo puro, pode arder.

Sienkiewicz M1, Poznańska-Kurowska K2, Kaszuba A3, Kowalczyk E4. The antibacterial activity of geranium oil against Gram-negative bacteria isolated from difficult-to-heal wounds. Burns. 2014 Aug;40(5):1046-51. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24290961

Este óleo essencial você encontra na

so_pria
Sua Saúde Natural!
www.pria.com.br